terça-feira, 6 de outubro de 2009

Estranha...

Faz hoje dez anos que a Diva se mudou para outra dimensão.
Mesmo que este já tenha sido um blog mais activo não poderia deixar passar este dia sem vir aqui pagar o merecido tributo a Amália Rodrigues.
"A Voz" apagou-se deste mundo há uma década mas demorará bem mais até que se apague do nosso imaginário.

A música foi escolhida porque hoje em dia há ainda e haverá sempre quem tenha estranhas formas de vida.
Porque a vida tem formas estranhas. Momentos esquisitos. Tempos desperdiçados...
Em tudo o que se passa na nossa vida metemos à luta o coração e por ele sofremos, amamos, sentimos, sorrimos e choramos. Com ele vivemos e vemos a vida a passar por nós.
E se na vida a vontade de Deus conta nada, a ansiedade, essa sim conduz-nos a formas bem estranhas de vida...

Boa noite e mantenham o vosso coração independente...

1 comentário:

Lurdes disse...

Engraçado, ainda hoje ao telefone com a minha mãe, ela me dizia que o meu problema é a ansiedade. Mas não terá sido essa a vontade de Deus?! Parece que nasci assim... Sim, tenho um exame médico que diz que sou excessivamente ansiosa. Mas também sou teimosa! E muitas vezes eu e o meu coração discordamos profundamente. Ele tenta ser independente mas eu também lhe digo muitas vezes: 'se não sabes onde vais, pára, deixa de bater, eu não te acompanho mais'.
(o cinzento deixa-me assim, melancólica)


Foi uma bonita escolha, a tua.
Beijinhos